Oliver: sofrimento e superação

Theylon Kaique

Li o livro de Oliver Twist, um romance de Charles Dickens, que relata as aventuras e desventuras de um rapaz órfão. Neste romance o autor trata do fenômeno da violência provocada pelas condições precárias (fome e desemprego) e desiguais da sociedade inglesa do século XIX.

Oliver nasceu em uma igreja e sua mâe morreu no parto. Como ninguém sabia quem era o pai, órfão e pobre Oliver passou por todo tipo de privação até ser vendido a um coveiro. Maltratado, acabou fugindo e foi viver nas ruas de Londres, onde conheceu Fagin, o chefe de uma quadrilha de garotos especialitas em furtos.

Oliver foi obrigado a furtar e se mete em uma grande enrascada. Preso, acabou conhecendo um benfeitor. Em em meio a muitas confusões, o destino trará várias revelações sobre seu passado e suas origens.

Eu recomendo o clássico de Charles Dickens, pois achei uma historia cheia de reviravoltas e que mostra a realidade de como as crianças que não eram ricas sofriam naquela época. Uma realidade que não mudou muito de lá para cá em muitos países.

A parte do livro que mais gostei e indico foi quando a Nancy, uma mulher da vida, revelou todo o plano ao benfeitor de Oliver. Ela parecia malvada no início do livro, mas no final acabou se revelando uma pessoa boa.

OliverTwist13

Nancy queria ajudar Oliver e teve uma boa oportunidade de envenenar o grande vilão da historia, o Sr. Sikes, mas fiel a ele não o matou.

Se eu podesse mudar alguma coisa no livro, eu mudaria o final. Faria com que Oliver, o protagonista, perdoasse o vilão Fagin, que apesar de tê-lo explorado, nunca o machucou.